sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Civilizando... pasteurizando...

Assim não dá! Como se não bastasse o acirramento com a internet que não me deixou publicar nadica este mês, mais esta agora! Fecharam o mercadão perto de casa!!! Esta campanha do governo de pasteurização da cidade já deu pra bola. Daqui a pouco Beijing vai ficar igual a qualquer metrópole do mundo, sem seu charme próprio, sem suas idiossincrasias. 

Frutos do mar fresquinhos.... cada coisa!

Já há algum tempo a política de higienzação e reorganização das grandes cidades vem fechando os típicos mercadões dos centros urbanos e os mandando para bem longe na periferia. Há 15 anos ainda se podia encontrar peixes frescos e outros bichinhos sendo comercializados no subsolo do conhecido Mercado das Pérolas (Hong Qiao). O Mercado das Sedas (Xiu Shui) ainda era um terreno com barraquinhas montadas ao ar livre, como um grande bazar, na mesma rua da Praça da Paz Celestial e da entrada para a Cidade Proibida. 




O mercado do Tuan Jie Hu, que fechou em primeiro de janeiro,funcionava desde 1990, era pequeno se comparado a outros, mas tinha de tudo um pouco, uma festa! Imagina um produto. Tinha! Cereais, frutas e legumes, decoração, eletrônicos, sapatos e roupas, papelaria, flores, açougue e peixaria, que mais..... louça, torneiras, malas, móveis, produtos de beleza, de limpeza, brinquedos. Tudo mesmo. E a maior parte das banquinhas era administrada pelas famílias. Para onde foram agora?

Quer encomendar a sua cortina? É pra já. Enquanto você comprava os legumes ela era confeccionada! Ali no chão mesmo era cortada. Uma mão na roda, hein?
O mercado Dong Jiao foi fechado em 2013. Era um dos maiores da cidade. Os comerciantes foram relocados para dois outros locais, longe, muito longe do original.


Quer sentir um pouquinho como era fazer compras no Tuan Jie Hu? Assista ao video abaixo que gravei numa das idas até lá. Vai deixar saudades...



O governo local sugeriu à população que fazia suas compras no Tuan Jie Hu que passasse a fazê-las nos supermercados e outras lojas da região. Pronto, resolvido! Aqui na China é assim, não tem A nem B (literalmente...hehehhe. Que porcaria de trocadilho, eu hein!).

Zai Jian! 再见

4 comentários:

  1. Eu não tenho mais facebook, mas continuo compartilhando tuas postagens via google plus. Teu blog é muito legal, assim como tuas observações sobre a china. Acho interessante notar como o governo comunista, no fundo, apenas uma burocracia tecnocrática como tantas outras por aí, impõem seus valores sobre os outros, e o quanto, no fundo, o que falta mesmo é dar as pessoas um tantinho de liberdade para fazerem o que bem entenderem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio, Fernando. Continue de olho vivo!

      Excluir
  2. Nesses mercado, eu sinto pena é dos bichos, vivos, tratados como se já estivessem mortos.
    Stela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei, Stela. Às vezes, por mais que a gente tente relativizar, ainda parte o coração. Bj.

      Excluir